quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Cinco séries inspiradas em novelas latinas

quinta-feira, 27 de novembro de 2014


Talvez seja uma crise de criatividade generalizada ou simplesmente o aumento de latinos vivendo nos Estados Unidos. A questão é que nunca se adaptou tantas produções latinas como agora - e por consequência, a quantidade de artistas latinos nas redes norte-americanas não para de crescer. Para quem passou as tardes da infância assistindo SBT (bate aqui gente! assisti as Marias umas 40 vezes), algumas dessas histórias não podem ser novidade, mas para o público em geral, louco pelo perfil dramalhão de séries como "Revenge", a dramaturgia latina é fonte de inspiração sem limites.

Ugly Betty
A série é velha conhecida de todo mundo. Foi a primeira investida do gênero na televisão norte-americana e se deu muito bem com suas quatro temporadas. A produção é de Salma Hayek, que escolheu a dedo a colombiana "Betty, la fea" para ganhar uma repaginada e história mais divertida.

"Ugly Betty" segue o dia a dia de Betty Suarez, uma secretária eficiente mas pouco atrativa que trabalha na Mode, uma revista de moda. No trabalho, ela tem de lidar com as mulheres da revista que são mais atraentes que ela e com os homens que lá trabalham, especialmente com o patrão mulherengo, Daniel Meade, que é o filho do dono da revista. Embora pareça que Betty e Daniel vão falhar nos seus papéis, devido à sua falta de experiência na indústria da moda, ambos vão descobrir que sabem como trabalhar até chegar ao topo. Dica para quem não viu: ASSISTA.

Jane the Virgin
Essa é a estreia da temporada e para minha surpresa, deve ter renovada para uma segunda temporada. A série é protagonizada por jane, que quando mais nova, foi convencida pela avó sobre duas coisas: telenovelas são a melhor forma de entretenimento, e mulheres devem proteger a virgindade a qualquer custo. Agora, aos 23 anos, a vida de Jane tornou-se tão dramática e complicada quanto as telenovelas que ela sempre amou, após uma série de surpreendentes eventos que fizeram com que ela fizesse, acidentalmente, uma inseminação artificial. A comédia é leve e colorida, mas segue o roteiro de "Juana, la virgen", novela venezuela que foi transmitida no Brasil pela Rede Record.


Com duas temporadas e renovada para outra terceira, "Devious Maids" prova que é possível sobreviver com a história baseada em novelas latinas. Inspirada na série mexicana "Ellas son...la Alegría del Hogar", a comédia produzida Eva Longoria acompanha a vida de quatro empregadas latinas que trabalham em mansões em Beverly Hills. O grupo é liderado por Marisol (Ana Ortiz) que, na primeira temporada, arrumou um emprego na região para investigar o assassinato de uma amiga.

Queen of the South
Essa não é uma produção comum do mundo latino. "La Reina del Sur", no original, faz parte de um novo movimento da televisão latino-americana, as narconovelas. Essas produções tem muita ação, morte e contam histórias sobre traficantes (reais ou não), e tem roubado a atenção do telespectador por não ser tão "água com açúcar" como as histórias tradicionais. A Fox irá adaptar a novela pelo fenômeno que gerou em seu canal de origem, Telemundo, um canal totalmente em espanhol dos EUA, e que durante sua exibição ameaçou as séries dos Estados Unidos.

"Queen of the South" será protagonizada pela brasileira Alice Braga e conta a história de Teresa Mendoza, que depois de ter seu namorado traficante assassinado no México, é forçada a se refugiar nos Estados Unidos. Lá, ela une forças para derrubar o líder do cartel e, acaba se tornando uma forte liderança do mundo das drogas. A série ainda não tem data de estreia.

A história ainda não saiu do papel e está sendo discutida desde o final de 2012, mas pretende adaptar a novela de mesmo nome exibida em 2010 pela Televisa. Tanto a mexicana como a norte-americana são estudantes de direito ambiciosas, mas a diferença é que na série, Teresa ainda terá um problema a resolver: ser imigrante ilegal. O projeto está a cargo de Nancy Miller, que fez Saving Grace, e tem parceria entre Liongate e Televisa.



Bonus: Killer Women
Sofia Vergara bem que tentou seguir os passos de outras latinas de Hollywood e escolheu produzir versão da argentina "Mujeres Asesinas". A série era uma especie de CSI latino, contando crimes que envolveram mulheres, tudo ligado por uma investigadora vivida por Tricia Helfer. A ideia não vingou e só foram ao ar oito episódios.

4 comentários:

  1. Cheguei no blog novo :) tem The misteries os Laura, baseada em Los Mistérios de Laura, série espanhola. Adoro a original, não vi a americana ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Não conhecia. Alias, essas séries e filmes espanhóis estão uma coisa. Vão adaptar muitas.

      Excluir
  2. Tenho vontade de assistir Jane, adorei o post.
    rebeldiaemv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Coisas Infinitas © 2014