segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Mais documentários para mudar sua relação com a comida

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014


Depois da lista de documentários internacionais sobre alimentação, é a vez de cinco filmes sobre a mesa do brasileiro. Os assuntos são diversos, obesidade, comida processada, alimentos orgânicos e pesticidas, todos temas com exemplos mais próximos a famílias do Brasil. A intenção dessa lista não é ser uma eco-chata, daquelas que julga o prato alheio, mas sim ajudar a pensar um pouquinho no que colocamos no nosso corpo, e como isso pode influenciar na saúde:

Um terço das crianças brasileiras está obesa, você sabia? Além de se movimentarem menos - cada vez mais encantadas por celulares e tablets - os pequenos se alimentam mal. Esta é a primeira geração a apresentar doenças antes restritas aos adultos, como depressão, diabetes e problemas cardiovasculares. O documentário de Estela Renner é um tapa na cara sobre como temos tratado a dieta das crianças, pensando em praticidade e sacrificando a nutrição, e como estamos uma geração sem saúde. Dá para assistir na integra ai embaixo:



Eu não ligava muito para orgânicos até ver a lista de alimentos contaminados com agrotóxico da Anvisa. Fiquei horrorizada em descobrir que o pimentão ser mais de 90% de agrotóxico, e o morando, mais de 60%. Apesar de mais caro, dou preferência quando acho (e que por não morar na área nobre da cidade, é meio raro), e é isso que conta o documentário "Brasil Orgânico". Ele mostra como esse tipo de plantação pode ser uma opção para o agricultor e como ela tem chamado atenção de pessoas preocupadas em saber a origem de sua comida.



O Veneno está na Mesa (I e II)
Como disse ai em cima, fiquei muito chocada com o uso do agrotóxico no Brasil - somos os campeões de consumo no mundo. Se o documentário ai de cima fala de como evitar alimentos contaminados, as duas partes de "O Veneno está na Mesa" fala sobre a contaminação. Sílvio Tendler fala do perigo à mesa, para quem consome, e no campo, para quem produz.



A Carne É Fraca
Alguns dizem que esse documentário é exagerado (como muitos dos que indiquei por aqui, diga-se), mas acredito que só em chamar atenção para o tema, faz repensar a relação com a comida. "A Carne É Fraca" é uma produção do Instituto Nina Rosa sobre sobre os impactos que o ato de comer carne representa para a saúde humana, para os animais e para o meio-ambiente. Instituto é uma organização independente, sem fins lucrativos, que desde de 2000 promove a conscientição sobre defesa animal, consumo sem crueldade e vegetarianismo.


Criança, A Alma do Negócio
Ainda falando sobre crianças, "Criança, A Alma do Negócio" fala sobre a influência que a propaganda está fazendo em novas gerações de brasileiros. Nesse documentário também dirigido por Estela Renner, a discussão é sobre como os pequenos tem seu consumo - incluindo o alimentar - afetado pelo marketing agressivo de marcas que desejam conquistar um dos públicos que mais geram dinheiro: as crianças. Também disponível na integra:

Um comentário:

  1. Nossa, fiquei transtornada quando assisti "A carne é fraca"... Mas não consegui me tornar vegetariana.

    Já leu Michael Pollan? É uma boa referência para alimentação saudável.

    ResponderExcluir

Coisas Infinitas © 2014