terça-feira, 10 de março de 2015

Cinco filmes de "sessão da tarde" protagonizados por Romain Duris

terça-feira, 10 de março de 2015


Conheço muita gente que só vê filmes em inglês porque é "o idioma oficial do cinema". Não, não é. Vi coisas maravilhosas em francês, italiano, russo e iraniano (beijo Kiarostami!), assumo, grande parte por influência da faculdade. Erra feio e rude quem acha que só existe "filme sério e de arte" nessa categoria: cinema não falado em inglês não precisa ser sinônimo de longa parado e com palavras difíceis.

Feita essa introdução, vamos ao tema: adoro ver blockbuster de outros países. Nada mais divertido do que ver aquele filme "sessão da tarde" com uma vasilha de pipoca. Então pensei, opa, vou indicar esse gênero em longas franceses, ai aconteceu o problema: percebi que sou obcecada por Romain Duris. Pra quem não conhece, ele é um ator francês (dã), meio magrelo, bastante charmoso e com um currículo recheado de (pseudo) blockbusters. Abortada a ideia dos filmes franceses, vamos a uma lista mais específica: meus cinco filmes preferidos com Romain Suris.



Uma delicinha de filme que homenageia os anos 1960. Aos 21 anos de idade, Rose Pamphule (Déborah François) mora com seu pai e estar prestes a casar com o pacífico filho de um garagista, mas ela tem planos mais ambiciosos. Ela sai de sua cidade e tenta um emprego de datilógrafa no escritório de seguros de Louis (Romain Duris). 

Mesmo se suas habilidades como secretária são fraquíssimas, o homem fica impressionado com a velocidade com a qual Rose consegue digitar. Logo o espírito competidor de Louis se desperta: ele decide aceitar Rose como sua secretária, contanto que ela treine para participar da competição de datilógrafa mais rápida do país.

Como Arrasar um Coração (L'Arnacoeur)


Mais comédia romântica de todos dessa lista. No longa, Alex (Roman Duris), sua irmã Mélanie (Julie Ferrier) e o cunhado Marc (François Damiens) administram juntos um negócio inusitado: uma agência especializada em romper relacionamentos. Os altos custos para criar as farsas que possibilitam o fim dos relacionamentos e a vida que Alex leva, incompatível com sua renda, fazem com que eles devam um alta quantia.

É quando o trio recebe um novo desafio: impedir que Juliette (Vanessa Paradis) e Jonathan (Andrew Lincoln) se casem. O problema é que eles aparentam ser o casal perfeito. Precisando desesperadamente do dinheiro, Alex passa por cima de seus princípios e aceita o trabalho. Ele aproveita os poucos dias que Juliette terá sozinha para se aproximar dela, fingindo ser um guarda-costas.

Paris (Paris)




Se "Como Arrasar um Coração" é o mais comédia, esse está mais para drama. Nessa comédia dramática de Cédric Klapisch, que também dirigiu "O Albergue Espanhol", Romain é Pierre, um dançarino profissional, que descobre sofrer de uma séria doença cardíaca. 

A partir daí, Pierre passa a olhar a vida e a todas as pessoas de maneira nova, incluindo sua irmã Elise (Juliette Binoche) e o marido que, por um incidente do acaso, passam a morar em sua casa. A possibilidade da morte dá um novo significado à sua vida, à vida das pessoas à sua volta e à toda vida em Paris.



Talvez você já tenha ouvido falar desse filme, ele é praticamente um comercial de duas horas sobre como fazer intercambio é legal (ok, mas não é só isso). Nele Xavier (Romain Duris) tem 25 anos e está terminando o curso de Economia. Um amigo de seu pai lhe oferece um emprego no Ministério da Fazenda, mas, para assumir o posto, o rapaz precisa saber a língua espanhola e, por isso, decide acabar seus estudos em Barcelona. 

Ao chegar em Barcelona, Xavier procura um apartamento no centro da cidade e acha um com mais sete estudantes, todos estrangeiros. Com eles, Xavier vai descobrir a autonomia e a sexualidade e iniciar a vida adulta. Menção honrosa para as continuações porque ficamos tão envolvidos com a vida Xavier que ele ganhou sua própria trilogia: "As Bonecas Russas" e "O Enigma Chinês".

A Espuma dos Dias (L'Ecume des jours)


Último grande lançamento do Romain e outra parceria Duris&Tautou. "A Espuma dos Dias" é um filme esteticamente lindo, meio louco e tão triste que na sessão que assisti as pessoas foram saindo de tão depressivo que ele foi se tornando. Na história, Colin (Romain Duris) é um homem rico e despreocupado que se apaixona por Chloé (Audrey Tautou). Apesar de um primeiro encontro desastroso, os dois se apaixonam e se casam. 

Tudo caminha bem, até o dia em que Chloé é diagnosticada com uma doença rara: ela tem uma flor de lótus crescendo dentro do seu pulmão. O caríssimo tratamento exige o uso de diversos medicamentos e a aplicação de centenas de flores, levando Colin à falência, e a amizade do grupo à crise.
________________

Como a proposta era indicar filmes com cara de sessão da tarde, deixei propositalmente alguns filmes de fora. Se quiser ver um outro lado do ator, a indicação é "De Tanto Bater, Meu Coração Parou" e "Depois de Partir" (esse é todo em inglês).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Coisas Infinitas © 2014