segunda-feira, 23 de março de 2015

Para ouvir: Los Bunker

segunda-feira, 23 de março de 2015


Vocês não odeiam "banda em recesso"? É aquele sentimento de a banda acabou, os membros não querem assumir porque vai que rola um show-reencontro pra ganhar um troquinho? Esse é o caso do Los Bunker, uma banda que eu gosto muito e que "entrou em recesso" ano passado. Originários do Chile, o Los Bunker foi formado em 1999 e depois de 15 anos, resolveram ir cada um para seu lado. Nenhum dos membros da banda lançou qualquer material solo até o momento.

Por que ouvir? 
Porque eles acompanharam bem o cenário da música internacional, não ficam devendo nada para o Franz, Killers, Arctic Monkeys ou outras bandas que fizeram sucesso enquanto os chilenos estiveram na ativa. Tirando a música em espanhol, eles tem zero latinidade, então é um plus pra quem não vai com cara da salsa, cumbia e etc.



Por que não ouvir? 
Acabou, né? Banda que não produz não anda pra frente. Então basicamente o máximo que vai ter é aquela faixa gravada pra algum álbum especial pra arrecadar dinheiro pra alguma causa (ou nem isso). Além disso é rock latino, mas já tivemos essa conversa em outras indicações das latinidades.

Para iniciantes: 
Os sete álbuns são uma linha do tempo, do primeiro até o último - "La Velocidad de la Luz" de 2013 e meu favorito - o Los Bunker passa de meninos revoltados roqueiros para flertar com um indie-eletrônico-partiu-pista-de-dança. Esse é o Spotify dos moços, curtam muito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Coisas Infinitas © 2014