quinta-feira, 14 de maio de 2015

Indicação de dorama: "Fated To Love You"

quinta-feira, 14 de maio de 2015


Vira e mexe me bate a vontade de ver um dorama e procuro por indicações. Cai em "Fated To Love You" por acaso e topei a ideia porque fiquei curiosa com o plot envolvendo um night stand e uma gravidez entre estranhos quando os doramas são cheios de pudores. Não rola nem beijo direito, vai rolar sexo entre desconhecidos? Eu vi a versão coreana, mas a primeira versão é de Taiwan - mas dizem que a qualidade é inferior que a versão K-dorama, porque tem alguns personagens extramente irritantes no original que não aparecem na adaptação.

Kim Mi-young é uma garota "post-it", fofa, legal, que não sabe dizer não e é sempre explorada pelos colegas de trabalho por isso. Ela ganha uma viagem para Macau e toma um golpe de um cara que trabalha com ela, que finge gostar dela para se aproveitar das férias de graça. Ao mesmo tempo, conhecemos Lee Gun, excêntrico, rico e prestes a reencontrar a namorada bailarina que morou fora e pedi-la em casamento. Adivinha onde? No tal resort em Macau, lógico. Gun toma um fora, Mi-Young descobre que o cara do trabalho estava engando ela, os dois acabam tomando um boa noite Cinderela, transam. Meses depois ela descobre que ela ficou grávida.






(pausa para a alegoria que explica que os protagonistas transaram sem ofender os pudores de ninguém na Coreia do Sul)

Dai eles casam forçados pela família de ambos e começam uma rotina familiar, até que pouco a pouco se apaixonam. Mas lógico que vai dar treta porque é um dorama de 20 capítulos, né? Então vou parar o resumão por aqui para falar dos dois motivos que me deixaram tão presa a "Fated To Love You".

Os protagonistas
Nas novelas, o protagonista quase sempre tem pouco senso de humor, tá sempre preocupado em ser másculo, cara de sexy e etc. Lee Gun tá longe disso. Tem uma das risadas mais assustadoras que eu já vi, é todo cheio de complexo, canta, dança, grita e tem várias cenas cômicas (principalmente com o secretário). Dai do nada faz o perfeito galã e até arrisca cena sem camisa. Por outro lado, Kim Mi-young tinha tudo para ser a mosca morta chata, mas prende pela fofura e inocência. Juntos são fofinhos, românticos e o roteiro permite uma dramédia divertida.


O roteiro é bom
20 capítulos, né? Precisa enrolar o negócio porque o plot do dorama não é muito original para articular dramas. A coisa funciona bem, e temos muita comédia, muito drama novela-mexicana, e até os personagens secundários tem historinhas legais. Falando nisso, ai vai uma homenagem ao Daniel, o coadjuvante, que como todo bom dorama, quer a protagonista mas ela nem tchum pra ele:




Com uma condução boa apesar dos clichês - mas who cares, todos amamos clichês dramalhões - não odiamos ninguém, nem os personagens que eram para ser "vilões", e é por isso que o elenco de apoio acaba importando o suficiente para queremos saber o final deles também. A história fez tanto sucesso, que além das adaptações, ganhou versão mangá que pode ser lido aqui. "Fated To Love You" está disponível no
Drama Fever, e no Viki, ambos com legenda em português. Para ver outros doramas, veja a nossa postagem sobre onde é possível ver essas produções orientais.


Um comentário:

  1. Não assisti a versão coreana, mas sinceramente? Dê uma dica a versão original, é bem envolvente

    ResponderExcluir

Coisas Infinitas © 2014