sábado, 2 de maio de 2015

"Saga ruiva": caixa de ferramentas da coloração

sábado, 2 de maio de 2015




(Dá para fazer sozinha, mas com a Cher e a Dionne poderia ser mais divertido)

Escolheu a tinta, já sabe mais ou menos o que fazer? Deu aquela hidratada? O próximo passo é colorir os fios. Para quem vai fazer o procedimento no salão, o primeiro tópico desse post não é importante, mas o segundo importa para todo mundo que não quer fazer bagunça em casa. 

Itens essenciais para colorir em casa

O kit básico vocês sabem, né? Um pote de plástico para misturar, luvas - que aconselho a comprar aquelas caixas com 20 pares porque as que vem nas caixinhas rasgam a toa - e pincel. A parte, para quem precisa, um pente para dividir e prendedores para separar as mechas em seções (principalmente quem tem cabelo muito grande ou cheio). Se achar que tem muito potencial para a bagunça, aconselho uma roupa velha e uma toalha, escolhidas especialmente para as vezes que você for tingir o cabelo.

Nada disso pode ser de metal porque muda a fórmula da tinta. Por quê? Lembram daquela aulinha básica do ensino médio de química sobre corrosão? Metais tem capacidade de oxidação maior que o oxigênio, o que atrapalha a água oxigenada, que não deixa a reação correta acontecer e dai atrapalha toda a coloração. Viu, quem disse que sua química da escola não seria usada mais pra nada!



(Tá lindo mas mancha bastante, né Riri?)

Para quem tem dúvidas de como pintar em casa, o youtube está cheio de tutoriais. Um que eu já vi e acho muito legal é o da Renata do Umbigo sem fundo, porque além de ensinar, ela comenta algumas dúvidas comuns de muita gente.

Itens legais de ter no pós-coloração

Apesar de as informações do fabricante disserem que é para usar enxaguar abundantemente até sair limpa, acho isso um desperdício na conta da água, porque vai demorar muito (se você conseguir essa proeza). Nos primeiros dias, o cabelo sempre vai soltar um pouco de cor e manchar um monte de coisa, como toalhas, lençóis e fronhas. Para evitar isso, eu tenho duas soluções:

1) Lave o cabelo com shampoo e condicionador depois de uma leve enxaguada pós-coloração. Isso ajuda a retirar os pigmentos mais rápido e evitar essas manchas posteriores. Muita gente não gosta de fazer isso por atrapalhar na fixação da cor e já ajuda a desbotar, porque o shampoo abre as escamas do fio, onde a coloração acaba de ser depositada. Nunca vi diferença nos meus fios entre as duas técnicas, então vale experimentar;

2) Compre suas toalhas, lençóis e fronhas, de preferencia do tom que você acabou de pintar. Eu tenho meu kit pós-coloração todo laranja, o que evita de mostrar muito as manchas e me poupa a dor de cabeça de ficar louca com aquele kit novinho que eu acabei de estragar com meu cabelo. Outra cor que funciona para todas é o preto, que não entrega mancha nenhuma.

Manchou, e agora?

Não é bem sobre o processo de coloração, mas acontece. Pele mancha, roupa mancha, tudo mancha. Na pele, para evitar, espalhe creme hidratante ou óleo corporal antes de pintar porque forma uma barreira entre a coloração e a pele. Se manchou mesmo, tente produtos específicos para isso. Outras opções são o sabão em barra, que esfregado junto a uma bucha, consegue retirar manchados, ou pasmem, adoçante, que passado com ajuda de um algodão, retira as manchas de tinta de cabelo.

Em tecidos, indico um removedor. Se não tiver a mão, uma sugestão é deixar de molho, ou usar na peça, ainda seca, spray de cabelo, que "endurece" a área e ajuda na hora de lavar a peça. O Bolsa de mulher tem dicas específicas para tipos de tecido como lã, seda e etc.



Esse post faz parte da tag "Saga Ruiva", já falamos aqui:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários

Coisas Infinitas © 2014