sábado, 21 de novembro de 2015

Adele lamenta menos e dança mais em "25"

sábado, 21 de novembro de 2015


Eu adoro Adele, mas vamos combinar: é para emocionar, chorar, algo meio down. Mas nossos problemas acabaram. Depois de (muitos) anos, a cantora volta com um "25" com arranjos mais animados do que os de "19" e "21" e letras mais afirmativas. Ela mesma já disse em entrevistas que o álbum era para dar um ponto final no passado, lidar com ele de forma terapêutica.

Apesar das letras emocionais, confesso que fiquei mais ligada nos arranjos. Apesar de ainda ser levado inteiro na voz da britânica - estrela absoluta de todas as canções - dá para ver uma diferença aqui e ali. Tanto que uma das minhas favoritas do disco é "Send My Love (To Your New Lover)", canção inimaginável pela letra "superei" e a animação. "Water Under the Bridge" segue a mesma fórmula e dá até para inventar uma coreografia.



Adele clássica também está presente em faixas como "Remedy", "Love in the Dark" e "Sweetest Devotion" mas a lamentação ganha um balanço diferente em "When We Were Young", "River Lea" e  "Million Years Ago". Destaque para a faixa assinada por Bruno Mars, "All I Ask", uma balada com cara de MPB FM the best of anos 1970.

Mas não acabou. Delão, que decidiu que "25" não vai pra streaming, fez um acordo com a loja Target e deu três músicas novas de bônus. 14 canções novinhas saindo do forno. Para quem não ouviu, ouça, "25" é mais do mesmo mas não é, é uma Adele menos depressiva e como disse o UOL, dando mais beijinho no ombro.

Um comentário:

  1. Eu amei o novo cd de rainha Adele <3 Acho que Water under the bridge é minha canção preferida :)

    ResponderExcluir

Coisas Infinitas © 2014